Aave: Saiba mais sobre esse protocolo

10/07/2021


Aave é um dos protocolos que mais chamaram a atenção nos últimos meses, recebendo investimentos dos co-fundadores do Facebook e valorizando incrivelmente. 

Mas quais as vantagens da Aave? Será que vale a pena investir? 

Neste artigo vamos falar tudo o que você precisa saber sobre essa criptomoeda.

O que é Aave?

É um protocolo de finanças descentralizadas que gera liquidez ao mercado. 

O que isso significa? Que você consegue emprestar e pegar emprestado stablecoins, ether e até mesmo bitcoin tokenizado no blockchain do Ethereum. 

Diminuindo os intermediários tradicionais no setor bancário, a Aave dá grandes oportunidades para quem precisa de dinheiro ou quer um rendimento maior ao emprestar. 

Esqueça os bancos, as finanças descentralizadas vieram para ficar. 

Criador da Aave

Foi desenvolvida inicialmente como ETHLend, um protocolo de empréstimos P2P, que levantou US$16,2 milhões em uma oferta inicial de moedas (ICO) no ano de 2017. 

Um período depois, a companhia ETHLend virou subsidiária da Aave e o modelo de negócios mudou. Em janeiro de 2020, a equipe por trás do projeto lançou a primeira versão da Aave.

O principal nome nessa equipe é o desenvolvedor Stani Kulechov. Antes de entrar no mercado, ele obteve graduação na Universidade de Helsinki.

De acordo com Kulechov, o principal mercado-alvo do Aave (AAVE) são pessoas que já estão engajadas na comunidade de criptomoedas.

Como funciona a Aave?

Se baseia na tecnologia de smart contracts na rede Ethereum. Estes contratos são auto-executáveis e usam a tecnologia do blockchain para garantir maior segurança.

E neste protocolo, normalmente, existem duas partes: quem empresta e aquele que pega emprestado

Para quem empresta funciona da seguinte maneira:

Se você tem algum ativo sobrando e quer fazê-lo render a Aave possibilita o empréstimo de até 17 tokens diferentes. Os juros são pagos em aTokens e em Aave tokens, sendo resgatados 

Para quem toma empréstimo:

Se você tem bitcoin, ether ou outro token e precisa de um empréstimo a Aave ajuda você nesse caso. 

Funcionando sem burocracias e é fácil pegar um empréstimo e não vender seus preciosos ativos usando-os como garantia. 

O que é Aave token e aToken?

Aave tokens e aTokens são duas moedas que funcionam no protocolo Aave. 

Veja a diferença entre elas:

Aave tokens: é uma moeda de governança, ou seja, você terá direito a voto nas alterações do projeto. Além disso, quem tem este token consegue pegar mais dinheiro emprestado e quem empresta obtém oportunidades antes de todos.

aTokens: usados para pagar juros quando um depósito é feito, eles são queimados quando resgatados. Ou seja, eles simplesmente facilitam os empréstimos em blockchain. 

O token AAVE possui três propósitos: governança, incentivos e mitigação. Esses tokens são usados para votar e decidir sobre o resultado de Propostas de Melhoria ao Aave (AIPs).

Essa cripto também pode ser colocada em staking (na qual seus fundos são bloqueados na plataforma) no Safety Module (“módulo de segurança”) do protocolo para fornecer segurança ou garantia ao protocolo ou depositantes.

Fornecimento máximo

Atualmente, AAVE possui um fornecimento em circulação de 12 milhões, com um fornecimento limitado de 16 milhões.

A AAVE possui aproximadamente US$ 3,5 bilhões bloqueados no protocolo em uma mistura de ativos, incluindo bitcoin (BTC), ether (ETH), entre outros.

Apesar do crescimento devagar do mercado, o protocolo Aave fornece novas ferramentas e serviços financeiros que desconhecemos e não obtemos nas finanças tradicionais. 

No entanto, como já é de se esperar, o Aave irá continuar a empurrar os limites do que é possível com Finanças Descentralizadas (Defi), integrar um novo conjunto de usuários e melhorando a vida dos usuários existentes.

 

 

 

Por: Sophia Müller

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.


COMENTÁRIOS