Circle em busca de licença bancária federal com OCC dos EUA

07/06/2018


A Circle anunciou sua intenção de se tornar a primeira empresa de criptomoedas a obter uma licença bancária. Se bem sucedida, a medida permitiria à Circle manter fundos de clientes na forma de moedas digitais com moeda fiduciária, além de permitir que “mantenham reservas com o Federal Reserve, para acessar o sistema de bancos centrais sem intermediários, para se estabelecer diretamente com outros bancos em outros mercados ao redor do mundo através dessas redes - que podem melhorar a eficiência do que entregamos e pode reduzir os custos”, de acordo com o CEO da Circle, Jeremy Allaire.

A Circle afirma que já conduziu conversas preliminares com o Gabinete de Controladoria da Moeda (OCC) sobre funções bancárias potenciais. Eles indicaram que esperam buscar o licenciamento com a SEC como um local de corretagem e negociação antes de se inscreverem no OCC para obter uma licença bancária. O registro da SEC permitiria que a Circle facilitasse legitimamente o comércio de ativos de criptomoedas considerados valores mobiliários.

A empresa alega ter contratado funcionários da SEC e funcionários da Autoridade Reguladora da Indústria Financeira (Finra). No momento, o OCC, SEC e Finra ainda estão para comentar publicamente sobre as ambiciosas intenções da Circle.

Ao buscar uma licença bancária, a Circle expressou que espera poder moldar as práticas e os padrões que envolvem a posse de ativos de criptomoedas.

"Os reguladores precisam entender isso porque, eventualmente, outros bancos que eles regulam vão querer ter criptomoedas. Eles vão precisar de regras para isso. Podemos ser uma ótima cobaia.

Aviso Legal. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo
fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e
análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser
considerado como um conselho de investimento.

Fonte: news.bitcoin


COMENTÁRIOS