Como funciona o processo de mineração de criptomoedas?

12/05/2021


É através da mineração que são criadas novas moedas, isto é, é um mecanismo muito especial para adição de dados à blockchain. Porém, o fornecimento de Bitcoin é finito, mas nem todas as unidades estão em circulação, ainda. O fornecimento máximo de Bitcoin é de 21 milhões de moedas. 

Para fazer a mineração, é preciso organizar o bloco de transações, e em seguida encontrar a solução. Diferentes mineradores competem por um mesmo bloco, mas só o primeiro que achar a solução da equação conseguirá realizar o registro no blockchain

Esse cálculo matemático terá como resultado um hash do bloco. Este processo é um algoritmo que codifica uma quantidade variável de informação em uma sequência fixa de caracteres, sendo no caso do Bitcoin gerado um hash de 64 caracteres. 

Se houver alguma alteração nas informações contidas nos blocos, esse hash gerado será completamente diferente. E todo novo bloco inclui o hash do bloco anterior, assegurando o sequenciamento da informação. 

É nesse momento que cada usuário, conhecido como nó (node), pode validar se o trabalho foi realizado corretamente.

Ao minerar, os participantes adicionam blocos à blockchain. Para tal, eles devem dedicar muito poder computacional à resolução de um quebra-cabeça criptográfico. É dado uma recompensa como incentivo para quem propõe um bloco válido. 

Para gerar um bloco é caro, mas sai muito mais barato verificar se ele é válido. Caso alguém tente trapacear com um bloco inválido, a rede imediatamente irá rejeitá-lo e o minerador não poderá recuperar os custos da mineração. 

Essa recompensa é formada por dois componentes: subsídios por bloco e comissões associadas às transações. A única fonte de novas bitcoins é o subsídio do bloco, sendo que a cada bloco minerado, uma quantidade estabelecida de moedas é adicionada ao fornecimento total.

Leva aproximadamente 10 minutos para achar um novo bloco válido, isto é, o protocolo ajusta a dificuldade da mineração. Porém, não é sempre que os blocos são minerados em exatamente 10 minutos após o anterior, sendo que o tempo necessário varia em torno desse período. 

 

E você pode estar se perguntando se compensa minerar no Brasil, não é?

Pois é, as grandes empresas de mineração possuem contratos industriais de energia com preços muito baixos. Mas, no Brasil, além do custo adicional, a tarifa da eletricidade é considerada muito elevada. Assim, minerar qualquer moeda no Brasil acaba não compensando.

É importante lembrar que o investimento em mineração é mais elevado e além disso é um negócio com risco, uma vez que não há previsibilidade na remuneração. E neste caso, a recompensa para o minerador é paga em criptomoedas.  

Por fim, vai um alerta: não confie em empresas que dizem fazer mineração em nuvem! Pois, muitas empresas utilizam do desconhecimento das pessoas sobre mineração para aplicar golpes.

Existem casos de empresas que alugam mineradoras de verdade só para fotos ou para realizar visitas em grupos no local, mas isso tudo é uma grande farsa. 

Portanto, a mineração é um processo necessário para controlar a demanda e gerar oferta da moeda. Mas, com o aumento da popularidade dela, esse processo tem sido comandado cada dia mais por grandes empresas que são especializadas no assunto.

Algumas delas chegaram até a lançar ultracomputadores destinados especificamente para a mineração de bitcoins, com os quais um usuário comum, mesmo que com um ótimo computador em casa, não poderia concorrer.

Dessa forma, sem dúvidas, negociar bitcoins por meio de plataformas seguras é a melhor opção, tanto para a compra quanto para a venda. Elas não só facilitam o processo como também podem oferecer melhores condições e ajudam no suporte para realizar as transações com o mínimo de risco.

Gostou do artigo da semana? Nos conte nos comentários o que você achou e se ficou com alguma dúvida!

Por: Sophia Müller

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

 


COMENTÁRIOS