Ethereum cai para US $185: Porque a ETH está caindo mais forte do que as outras criptomoedas?

10/09/2018


Ontem, 9 de setembro, o preço da Ethereum caiu para seu valor mais baixo deste ano, em US $185.

Embora a Ethereum tenha se recuperado acima da marca dos US $200 após uma recuperação do Bitcoin, desde julho, a Ethereum teve uma queda mais acentuada em valor do que outras grandes criptomoedas.

No final de 2017, o preço da Ethereum ultrapassou a marca dos US $1.500 e os investidores da Ethereum obtiveram retornos de 10 a 100 vezes o valor de sua oferta inicial de moeda (ICO).

Investidores em tokens como EOS, Ontology, ICON, Zilliqa e 0x tiveram ganhos expressivos no final de 2017, no auge do mercado de criptomoedas.

Mas, nos últimos meses, o preço dos tokens ERC20 caíram substancialmente contra o Bitcoin, que também sofreu uma queda de 70% em relação ao dólar americano. A Ontology e a ICON registraram perdas de 75% a 80% contra o Bitcoin, perdendo mais de 95% em relação ao dólar americano.

A maioria dos analistas do setor de criptomoedas atribuíram o declínio no preço da Ethereum à venda de projetos de blockchain ERC20 que levantaram milhões de dólares em Ethereum.

Como o preço da Ethereum começou a cair e o mercado de criptomoedas entrou em uma fase de baixa, os analistas disseram que os projetos ERC20 começaram a vender suas participações em Ethereum, fazendo com que a Ethereum experimentasse uma tendência de baixa mais intensa do que outras grandes criptomoedas.

É evidente que a decisão dos projetos ERC20 em vender grandes quantidades de Ethereum por medo contribuiu bastante para a tendência de baixa da Ethereum.

No início desta semana, o co-criador da Augur, Joey Krug, respondeu à algumas das críticas feitas por investidores na comunidade de criptomoedas sobre a decisão da equipe da Augur de vender a Ethereum em US $0,7 para financiar a operação do projeto.

Joey Krug afirmou que a Augur vendeu todas as Ethereums que ela levantou em suas vendas de tokens imediatamente após sua ICO para financiar seu desenvolvimento, acrescentando que a Augur não é um fundo de hedge, mas um projeto que trabalha para criar um sistema descentralizado sofisticado.

Se a Augur tivesse vendido suas participações à medida que a Ethereum chegasse a US $1.000 no final de 2017, em vez de US $700.000, a Augur poderia ter levantado um bilhão de dólares.

Mas, como enfatizou Joey Krug, os investidores do mercado de ICO não fornecem capital para projetos blockchain para operar como fundos de hedge, mas para maximizar seus recursos para criar um aplicativo ou protocolo descentralizado bem-sucedido.

Linda Xie, consultora da 0x e co-fundadora da Scalar Capital, disse que sua equipe tem aconselhado projetos para liquidarem suas ETHs em suas vendas de tokens para financiar operações.

“Você e a equipe da Augur fizeram a coisa certa e eu tenho aconselhado projetos a fazerem o mesmo. É fácil ver tudo isso em retrospectiva, já que o preço da ETH poderia facilmente ter ido embora enquanto você estava construindo”, disse Xie.

A venda pesada de Ethereum iniciada por ICOs ocorreu porque as ICOs queriam evitar perder um rally como a Augur fez em 2016. Mas não só isso, é extremamente difícil saber o pico e o fundo dos ativos, e os investidores não levantaram milhões de dólares para projetos ERC20 para trade e investimento no mercado de criptomoedas.

A abordagem da Augur, Linda Xie e outros projetos proeminentes, investidores e aceleradores para evitar que projetos blockchain operem como fundos de hedge para comunidades de desenvolvedores de código aberto pode impedir uma tendência de baixa intensificada para a Ethereum no futuro.

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

Fonte: ccn


COMENTÁRIOS