Filipinas construindo o Crypto Valley da Ásia

09/08/2018


A Autoridade da Zona Econômica de Cagayan (CEZA), de propriedade do governo das Filipinas, fez uma parceria com a Northern Star Gaming & Resorts para desenvolver um centro fintech e crypto chamado Crypto Valley of Asia (CVA).

Isso é “parte da tentativa do governo de promover um mercado de tecnologia financeira para atrair empresas internacionais de blockchain para se estabelecerem no país” relatou o site e27 na segunda-feira.

A publicação elaborou:

“O CVA consistirá de um empreendimento habitacional de 25 lojas dentro do cyberpark desenvolvido em conformidade com os rígidos requisitos de segurança para as exchanges virtuais licenciadas no exterior (OVEs) localizadas na CEZA. Incluirá espaços de co-working, centros de incubação e aceleração de negócios, bem como back-offices de OVEs e provedores de serviços para o mercado global de criptomoedas.”

O administrador e CEO da CEZA, Raul L. Lambino, comentou em comunicado oficial que esta infraestrutura “servirá para atrair mais investidores estrangeiros e empresas globais de fintech para a CEZA e as Filipinas. Ajudará o país a se tornar um dos principais destinos de offshoring para trabalhos relacionado a fintech e blockchain ”.

Recentemente, a autoridade anunciou que concedeu duas licenças para empresas de criptomoedas. Dezessete empresas do mercado de criptomoedas já pagaram integralmente e espera-se que a autoridade gere 68 milhões de dólares com o licenciamento de 25 empresas de criptomoedas e de fintech.

“O objetivo é que o CVA gere um boom econômico que permitirá que mais filipinos busquem carreiras em tecnologia”, afirmou o e27, acrescentando que os provedores de negócios terceirizados (BPOs) trarão empregos para a área.

A Northern Star se comprometeu de investir US $100 milhões nos próximos 10 anos e já garantiu fundos de várias empresas internacionais e regionais que estarão localizadas dentro do CVA, noticiou a agência de notícias. O Presidente Enrique Gonzalez comentou:

“O Crypto Valley da Ásia e a CEZA colocarão as Filipinas no mapa global de fintech e blockchain . Semelhante a outras jurisdições progressistas, como Zug, na Suíça , criaremos um ambiente que estimule a inovação, o empreendedorismo e o desenvolvimento de habilidades críticas através da educação e do treinamento de BPO.”

Ele reiterou: “com fortes parceiros globais que confirmaram a entrada em nosso desenvolvimento planejado, estamos confiantes no contínuo impulso em posicionar as Filipinas como o principal destino para o offshoring de blockchain ”.

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

Fonte: news.bitcoin


COMENTÁRIOS