Fim do jogo para o Bitcoin? Não desta vez! Rede Bitcoin registra o bloco 700.000 à medida que adoção cresce

14/09/2021


Mineiradores de Bitcoin (BTC) produziram oficialmente seu 700.000º bloco no sábado, marcando um marco importante para uma rede cujos detratores afirmam  ter morrido 428 vezes desde 2009. 

O Bitcoin levou menos de dois anos para produzir 100.000 blocos a mais depois de atingir o marco de 600.000 em 18 de outubro de 2019. Na época do último marco de 100.000 blocos, o preço do BTC valia menos de $ 8.000. Hoje, um Bitcoin vale mais de $ 45.500.

O suprimento total de Bitcoin era de 18.812.806, ou 89,5% de todas as moedas que serão produzidas. Em média, novos blocos são gerados a cada dez minutos, embora o tempo de produção seja impactado pela dificuldade de mineração. A dificuldade de mineração do Bitcoin é ajustada aproximadamente a cada duas semanas, um processo que redefine o quão difícil é para os mineiros minerarem o ativo digital. No ritmo atual de produção de blocos, o Bitcoin final será extraído por volta do ano 2140.

O Crypto Twitter celebrou o marco citando o falecido Hal Finney, um dos pioneiros do Bitcoin e um dos principais candidatos a Satoshi Nakamoto, o pseudônimo criador da tecnologia. Finney faleceu de esclerose lateral amiotrófica em 2014.

O Bitcoin foi programado para ser um mercado autorregulado com uma política monetária embutida em código que não depende de terceiros. Ao contrário do Federal Reserve dos Estados Unidos, por exemplo, que pode afetar o tamanho e a taxa de crescimento da oferta monetária à vontade, o Bitcoin mantém um limite rígido na oferta e não pode ser criado sem a enorme entrada de energia dos mineiradores.

Embora o Bitcoin tenha atraído ataques sobre sua pegada ambiental, o uso de energia da rede é uma pequena fração do consumo total de energia. Os esforços para incorporar energia limpa ao processo de mineração têm se mostrado amplamente bem-sucedidos, com algumas estimativas afirmando que a mineração de Bitcoin nos Estados Unidos é mais de 50% movida a energia renovável.

Graças ao Bitcoin, as criptomoedas cresceram e se tornaram uma classe de ativos de mais de US $ 2 trilhões. A participação do Bitcoin no mercado geral é de 41%, ou US $ 857 bilhões, no momento em que este artigo foi escrito.

Fonte: cointelegraph
 
Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

COMENTÁRIOS