MicroStrategy: lucro com bitcoin é 23 vezes maior que receita da empresa

04/05/2021


Uma das primeiras grandes empresas a anunciar o investimento de seu patrimônio em bitcoin, a MicroStrategy, companhia de softwares corporativos, divulgou o resultado financeiro do primeiro trimestre de 2021, demonstrando que o lucro com a compra de bitcoins é 23 vezes maior do que a sua receita no período.

Em seu portal oficial de relação com os investidores, a empresa liderada por Michael Saylor divulgou o demonstrativo dos resultados financeiros nos primeiros três meses de 2021, junto com alguns comentários sobre os números. De acordo com o documento, a MicroStrategy obteve uma receita total de aproximadamente 122,9 milhões de dólares, demonstrando um aumento de 10,3% em relação ao mesmo período de 2020, com um lucro bruto de 100,4 milhões de dólares.

Com as compras iniciadas em setembro de 2020, a MicroStrategy tem em seu portfólio aproximadamente 91.579 bitcoins, que foram adquiridos a um preço médio de 24.311 dólares, totalizando um investimento de 2,2 bilhões de dólares. Dado que o criptoativo atualmente é negociado na faixa de 56.000 dólares, a empresa possui aproximadamente 5,12 bilhões de dólares no ativo, totalizando um lucro superior a 2,9 bilhões de dólares, que representa mais de 23 vezes o valor da receita da empresa durante o primeiro trimestre de 2021.

No comunicado aos investidores, Michael Saylor, CEO da MicroStrategy, deixou evidente a satisfação da companhia com os resultados obtidos a partir de sua estratégia de compra do ativo digital, ressaltando a importância do investimento, que tem gerado muito valor para os acionistas: "Os resultados do primeiro trimestre da MicroStrategy foram um exemplo claro de que nossa estratégia corporativa de duas vertentes para aumentar nosso negócio de software de análise empresarial e adquirir e manter bitcoin está gerando valor significativo para os acionistas".

Além disso, Saylor também destacou que a companhia ocupa uma posição muito bem-sucedida entre as empresas que investem em bitcoin, deixando claro que a MicroStrategy continuará adquirindo mais unidades do criptoativo a fim de gerar ainda mais valor para seus acionistas.

"Continuamos satisfeitos com nossa estratégia de bitcoin. Levantamos com sucesso mais de 1 bilhão de dólares de capital adicional no trimestre para expandir nossas participações no criptoativo, que agora ultrapassam 91.000 bitcoins. Também nos consolidamos em uma faixa de muito sucesso no painel "bitcoin para corporações", no evento MicroStrategy World, onde utilizamos nossa liderança de pensamento no mercado de criptomoedas para mostrar como as organizações podem incorporar ativos digitais no gerenciamento de seu balanço. Continuaremos adquirindo e mantendo bitcoins à medida que buscamos gerar valor adicional para nossos acionistas", completou Michael Saylor.

Em um segmento diferente da MicroStrategy, a Tesla, também divulgou um resultado positivo decorrente de seu investimento no criptoativo. A montadora de carros elétricos comandada por Elon Musk, revelou na divulgação de seu balanço que o lucro com a compra de bitcoins feita em fevereiro deste ano superou a marca de 1,1 bilhão de dólares.

Fonte: Exame.com

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

 


COMENTÁRIOS