Pesquisa prevê que millennials investirão US $1 trilhão em Bitcoin

31/03/2020


Uma pesquisa realizada recentemente pela Kraken, uma das maiores exchanges de criptomoedas do mundo, revelou que a geração do milênio (nascida entre 1981 e 1996) deve investir quase US $1 trilhão em Bitcoin. Segundo o estudo, isso poderia aumentar exponencialmente o preço do ativo. O investimento é relatado na pesquisa como “a grande transferência de riqueza” que seria proveniente, em parte, de heranças transferidas pela geração baby boomer (nascida na década de 1950) e estimularia a adoção do Bitcoin.

A Kraken afirma ainda que, se essa entrada em dinheiro for realizada, o preço implícito do BTC poderá chegar a US $350.000 em 2044. Entretanto, a exchange afirma ainda que, mesmo que não ocorra esta entrada de dinheiro, em 2044 o preço do BTC estará em US $70.000.

Confirmando os dados da Kraken, uma outra pesquisa realizada pela YouGov, descobriu que 55% dos Millennials e 44% das pessoas da Geração X (nascidos entre 1961 e 1979) estão familiarizados com o universo das criptomoedas e acham que elas serão amplamente aceitas como método de pagamento até 2030. Esta expectativa é uma das principais razões que embasam as afirmações da Kraken que destaca que esta geração opta por transparência e mobilidade, é amante da tecnologia, gosta de compartilhar informações coletivamente e suspeita de entidades bancárias.

Já a geração X está inclinada a comprar o BTC devido ao fato de terem crescido cercados por computadores. Eles também suspeitam dos bancos, não se consideram “conservadores” e valorizam a independência pessoal que as ferramentas tecnológicas podem proporcionar. Juntas, essas gerações levariam o preço e o market cap do Bitcoin a níveis incomuns, segundo a Kraken.

Esse crescimento pode levar a uma maior mudança nas tendências de investimento financeiro e o Bitcoin se destaca como a classe de ativo destes novos investidores, pois esse dinheiro é transferido para gerações cujas experiências e expectativas estão mais alinhadas com suas características fundamentais”, disse a Kraken.

Eles também garantem que o Bitcoin ainda é considerado por muitos uma ferramenta complicada de usar, mas a curva de adoção (de acordo com o número de carteiras existentes) tem mais aceleração do que a adoção pela internet. A pesquisa conclui que as crenças estão sendo renovadas, de geração em geração, e novas ideias estão surgindo. Embora possam parecer muito avançadas para as gerações anteriores, podem ser importantes agentes de mudança na adoção de novas tecnologias.

Fonte: criptofacil

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.


COMENTÁRIOS