Strippers em las vegas aceitam bitcoin através de tatuagens com Código QR

05/03/2018


Um programa de notícias de Las Vegas apresentou um clube de strip-tease de Las Vegas chamado Legends Room que permite que suas dançarinas obtenham pagamentos de clientes diretamente através de transferências de bitcoin. O uso da criptomoeda foi exibido principalmente como uma medida de melhoria da privacidade, bem como uma atração para o crescente número de investidores de bitcoins.

A equipe de notícias local entrevistou o fundador, Nick Blomgren, além de uma série de dançarinas adultas no local. Eles até explicaram como os visitantes podem usar o caixa eletrônico de bitcoin que fica dentro do estabelecimento para comprar criptomoedas diretamento no local. Além disso, as dançarinas podem escolher usar tatuagens com código QR temporárias com o endereços de suas carteiras e que podem ser digitalizadas em um smartphone.

 

O futuro do entretenimento para adultos

Além das preocupações de privacidade dos clientes, o uso das criptomoedas permite que as dançarinas evitem explicar aos bancos onde elas recebem grandes quantidades de dinheiro.

"Eu não vou citar nomes, mas há certos bancos que ... encerrarão sua conta e, na verdade, negarão que você tenha uma conta porque trabalhamos na indústria de entretenimento para adultos", disse a dançarina Summer Chase.

Perguntado com que frequência os clientes pagam com bitcoin, Brenna Sparks respondeu:

"Oh, muitas vezes. As pessoas que vêm aqui realmente estão por dentro das criptomoedas. Eu sinto que isso é muito inteligente. Eles estão realmente envolvidos com isso."

Ela diz que gosta de verificar muito seu saldo, "é divertido, uma vez que você investe, torna-se uma coisa cotidiana". Ela e suas amigas pensam que as criptomoedas podem ser o futuro do entretenimento para adultos.

"É peer to peer. É anônimo, e é instantâneo", disse Sparks.

"Quando eu ouvi sobre o conceito, pensei que uau é realmente algo diferente", disse DJ Saint Clare, que recebe parte de seu salário em criptomoedas.

Fonte: news.bitcoin


COMENTÁRIOS