Taxas de transações de Bitcoin em dólares americanos perto de níveis mais altos de todos os tempos

20/04/2021


As taxas de transação do Bitcoin (BTC) medidas em dólares dos Estados Unidos estão perto dos níveis de 2017 em meio a uma queda maciça da taxa de hash na rede Bitcoin.

De acordo com dados de vários recursos de monitoramento do Bitcoin, a taxa média de transação de BTC em dólares americanos está perto da alta registrada em 2017.

De acordo com dados do explorador de blockchain Blockchair, o custo médio de uma transação bitcoin subiu na terça-feira para US$ 58, aproximando-se de sua alta de todos os tempos acima de US$ 62 registrado em dezembro de 2017. A popular fonte de monitoramento do Bitcoin BitInfoCharts sugere que as taxas atuais de BTC já quebraram o recorde de US$ 54 em 2017 em US$ 58 na terça-feira.

Outras fontes, incluindo o principal explorador de blockchain Blockchain.com, também mostram que o custo médio de transação do BTC na terça-feira atingiu US$ 58.

Taxa média de transação btc de todos os tempos. Fonte: Blockchair

Apesar de várias fontes mostrarem a taxa atual de transação do BTC perto de US$ 60, outras fontes mostram um valor muito menor. O principal site de análise de Bitcoin, Clark Moody, relata um valor médio da taxa de BTC em dólares - nos últimos 2.016 blocos - de US$ 27,5 no momento da escrita. De acordo com dados da Ycharts, a comissão média de transações de Bitcoin é de US$ 43 no momento da publicação depois de atingir US$ 50 no domingo.

As taxas de transação do BTC atingiram mais de US$ 50 no final de 2017, quando o Bitcoin subiu para US$ 20.000 pela primeira vez. No momento da escrita, o Bitcoin está sendo negociado a US$ 55.190 após uma correção de sua alta de todos os tempos acima de US$ 64.000 na semana passada.

O mais recente aumento nas taxas de transação do BTC vem em meio a um grande declínio na taxa de hash da rede Bitcoin. No domingo, o Bitcoin registrou a maior queda diária na taxa total de hash da rede BTC desde novembro de 2017, caindo de 172 milhões de terahashes por segundo para cerca de 154 milhões de TH/s. De acordo com observadores cripto, o declínio provavelmente será atribuído a quedas maciças de energia no centro de mineração chinês de Xinjiang.

O declínio da taxa de hash da rede BTC poderia eventualmente impactar a dificuldade de mineração do Bitcoin, potencialmente puxando a medida para baixo. Acontecendo uma vez a cada 2.016 blocos, — ou aproximadamente a cada duas semanas — o próximo ajuste de dificuldade do Bitcoin deverá acontecer em 12 dias. De acordo com estimativas online, o próximo ajuste de dificuldade do BTC pode ser o maior ajuste para baixo desde novembro de 2020 se a taxa de hash não se recuperar até o início de maio.

Em meio ao aumento das taxas de transação do BTC, algumas exchanges de criptomoedas correram para introduzir maneiras mais baratas de movimentar o Bitcoin, com a OKEx integrando a Lightning Network na segunda-feira.

Fonte: CoinTelegraph

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.


COMENTÁRIOS