Conceito de Masternodes foi uma de nossas grandes inovações, afirma CEO da Dash

26/07/2019


De acordo com o CoinMarketCap, existem atualmente 2364 ativos presentes no mercado de criptomoedas, mas a maioria dos usuários dificilmente está familiarizado com cada um deles. As 10 principais criptomoedas controlam a maioria do mercado e a atenção do público. No entanto, a Dash, atualmente 15º no ranking das maiores criptomoedas, entrou no centro das atenções quando anunciou que havia ultrapassado 5.000 masternodes em sua rede.

A Dash utiliza um subconjunto de usuários para manter a descentralização da rede, denominada “masternodes”. Em uma entrevista recente, Ryan Taylor, CEO do Dash Core Group, indicou que a implementação de masternodes foi uma das “grandes inovações” na rede da Dash.

Taylor indicou que o conceito de masternodes era completamente diferente de qualquer outro protocolo porque esses nodes tinham que ser “colateralizados” com criptomoedas: o que equivale a 1000 Dash para um único node. Tal arranjo impede que qualquer node controle uma parte importante da rede com a qual a integridade de segurança é mantida.

Taylor acrescentou:

“Uma outra inovação que imaginamos é, como o Bitcoin e a maior parte das criptomoedas alocam 100% da recompensa do bloco para a mineração, na Dash, nós dividimos nossa recompensa do bloco para 45% para mineração, 45% para desenvolvimento de masternodes, o que permite que a rede seja escalável e os últimos 10% vai para o nosso sistema de propostas.”

Ele explicou que a recompensa do bloco foi dividida para iniciar melhorias em todos os setores da rede. Segundo ele, o processo de mineração formava apenas uma parte de uma rede estável. A rede também precisava de servidores de infraestrutura robustos, alta capacidade de nodes ativos e financiamento para projetos de desenvolvimento, entre outras coisas.

Taylor também explicou que qualquer um poderia apresentar uma proposta de desenvolvimento no sistema da rede. A rede vota e se eles apoiarem coletivamente a proposta, ela recebe o financiamento com a reserva de 10% da comunidade.

“Somos responsáveis por isso. Se não cumprirmos a proposta, perdemos os fundos.”

Taylor também sugeriu que, ao contrário de outras organizações que através das ICOs obtêm capital inicial, a Dash conduz seus negócios com total transparência, à medida que recebe seus fundos e sob total segurança.

A Dash é atualmente o ativo de maior sucesso na Venezuela. De acordo com Taylor, a Dash é aceita por mais de 2.000 comerciantes, e entre esses comerciantes, a Dash é a criptomoeda mais popular do país. Ele alegou que muitas pessoas na Venezuela também estão usando Bitcoin, mas apenas como uma “reserva de valor”. Quando se trata de transações baseadas em lojas, o número de transações na rede da Dash é mais do que todas as outras criptomoedas juntas.

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

Fonte: ambcrypto




COMENTÁRIOS