Venezuela é o “segundo maior mercado" para a criptomoeda Dash

22/08/2018


A Venezuela tornou-se o segundo maior mercado para a Dash, com quase cem novos comerciantes aceitando a criptomoeda a cada semana.

Falando ao Business Insider, Ryan Taylor, CEO do Dash Core Group, que é a entidade legal por trás da equipe de desenvolvimento principal da Dash, disse que o interesse de empresas e consumidores aumenta semana a semana.

"Estamos vendo dezenas de milhares de downloads de carteira no país a cada mês. No início deste ano, a Venezuela tornou-se nosso mercado número dois, mesmo à frente de China e Rússia, que são naturalmente enormes em criptomoedas agora."

A Venezuela desvalorizou seu antigo bolívar no equivalente a 96% em 20 de agosto, atrelando sua substituição à controversa criptomoeda Petro, provocando um desejo renovado de contornar a instabilidade financeira usando criptomoedas.

Enquanto isso, os volumes de negociação de Bitcoin na plataforma P2P LocalBitcoins continuam a produzir novos recordes semanalmente no que o chefe de suporte da Purse.io Eduardo Gómez descreveu como “puro desespero hiperinflacionário” no dia da mudança para o novo bolívar soberano.

A Dash tem como objetivo facilitar essa contínua evasão, disse Taylor, observando que comerciantes como o Subway também se inscreveram para aceitar a altcoin.

"Vimos 94 novos comerciantes venezuelanos adicionados ao DiscoverDash.com desde a semana passada, o que representa cerca do dobro da taxa normal de cerca de 50 comerciantes por semana nos últimos dois meses.”

A Dash já havia feito manchetes quando seu valor subiu e figuras bem conhecidas, como Max Keiser, começaram a promover publicamente seu uso nos EUA.

A Dash chegou a atingir US $1.500 em dezembro de 2017, no entanto, a altcoin perdeu a grande maioria de seu valor, atualmente sendo negociada em torno de US $150.

Recentemente o Rodrigo do canal Dash Dinheiro Digital do Youtube, teve a experiência de passar 7 dias na Venezuela, pagando tudo com a criptomoeda Dash, desde o bilhete de avião até o hotel, café da manhã, almoço e jantar, e esta jornada virou um documentário, mostrando um pouco da história econômica da Venezuela e como as criptomoedas já estão revolucionando o mercado.

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

Fonte: cointelegraph


COMENTÁRIOS