O maior centro comercial da Eslovênia se tornará uma autêntica cidade Bitcoin

04/06/2018


O primeiro-ministro da Eslovênia, Miro Cerar, visitou recentemente o BTC City, um amplo complexo comercial e shopping de 475.000 metros quadrados na capital Ljubljana. A Eligma criou um sistema POS que está sendo usado em vários varejistas do BTC City, em um esforço para convertê-lo em uma "cidade Bitcoin". Descrevendo o complexo comercial como "um ecossistema de negócios e compras baseado sobre as mais recentes soluções tecnológicas, incluindo o blockchain, AI e criptomoedas, a Eligma relatou:

“O objetivo da visita do primeiro-ministro foi abrir a conferência internacional Beyond 4.0, dedicada à sociedade digital e blockchain, bem como para se familiarizar com a estratégia do BTC City para se tornar uma cidade Bitcoin.”

Durante a reunião da manhã, Miro Cerar recebeu “uma xícara de café comprada para ele pelo secretário de Estado esloveno Tadej Slapnik através do sistema de transações de criptomoedas Elipay”, descreveu a startup.

Primeiro-ministro esloveno Dr. Miro Cerar usando Elipay

O primeiro uso bem sucedido da carteira Elipay na cidade foi um pagamento, usando Bitcoin, no parque aquático do complexo em abril. A Eligma acrescentou que o aplicativo também poderia usar Bitcoin Cash e o próprio token de recompensa por fidelidade da Elipay em um futuro próximo.

BTC City se tornará uma autêntica cidade Bitcoin

Fundada em 1954 como um armazém e empresa de logística, a empresa BTC acrescentou muitos armazéns no nordeste de Liubliana ao longo do tempo. Em 1990, o complexo foi reaproveitado como uma área comercial e adotou o nome BTC City. Desde que adicionou grandes empreendimentos comerciais, incluindo um hotel, um complexo esportivo, um cassino, um cinema multiplex, um parque aquático e o prédio mais alto da Eslovênia, o parque de escritórios do palácio de cristal. Com mais de 500 lojas de varejo, o site da BTC City se descreve como “famoso por ser o maior e mais popular centro europeu de negócios, compras, recreação, lazer e cultura” do país.

A última iniciativa é converter o BTC City em “uma verdadeira cidade Bitcoin”, a empresa afirma que a nova entidade é:

“O primeiro de seu tipo no mundo a fornecer a seus visitantes, consumidores e parceiros de negócios um ecossistema que desenvolverá e integrará tecnologias avançadas baseadas em abordagens de ponta (blockchain, AI, VR [realidade virtual], AR [realidade aumentada], ML [machine learning] e o mundo das criptomoedas).”

A empresa BTC (Blagovno Transportni Center) acredita que “uma cidade Bitcoin criará uma sociedade aberta que permitirá aos usuários perseguir suas missões, bem como desenvolver seus ambientes de negócios de acordo com seus desejos, necessidades e políticas operacionais”.

De acordo com o plano publicado no site do BTC City, o Elipay da Eligma já está instalado em várias lojas da cidade, como o parque aquático Atlantis, Al Capone, Babadu, Bijoux modi dodatki, Big Bang, Istambul, Vodno mesto San Martino, Sneakers, Minicidade e Kibuba. Há também alguns caixas eletrônicos de criptomoedas no local, bem como um Blockchain Think Tank e o "maior equipamento de mineração de criptomoedas da Eslovênia".

A empresa BTC enfatizou:

“O desenvolvimento do BTC City em uma cidade Bitcoin é um passo importante para a concretização da estratégia orientada para a abertura do BTC, proporcionando aos seus clientes e parceiros de negócios liberdade de escolha em relação às suas compras com novas formas de pagamento.”

Fonte: news.bitcoin


COMENTÁRIOS