Preço das criptomoedas em queda forte, com perdas significativas em todo mercado

22/06/2018


Quase todas as cem maiores criptomoedas por capitalização de mercado tiveram perdas significativas em apenas algumas horas hoje, 22 de junho, como mostram os dados da Coin360.

A capitalização de mercado total de todas as criptomoedas caiu para pouco menos de US $259,4 bilhões, caindo cerca de US $16 bilhões no dia.

O Bitcoin está sendo negociado em torno de US $6.100 no momento desta publicação, uma queda de 7,2% no período de 24 horas. A criptomoeda líder agora reverteu um rali de três dias, que recuperou seu preço para US $6.792 em 19 de junho.

A Ethereum (ETH) foi atingida com uma perda ainda maior nas últimas 24 horas, caindo 8,2% e sendo negociada a cerca de US $475 no momento do texto. A altcoin líder recuperou-se brevemente de 18 a 21 de junho para a faixa de US $520-540, mas hoje novamente caiu abaixo do valor de US $500.

Todas as dez maiores criptomoedas por capitalização de mercado perderam entre 4 e 17 por cento no período de 24 horas, de acordo com o CoinMarketCap, com a EOS caindo drasticamente, sendo negociada a US $8,63, queda de 17,22%.

No início desta semana, os produtores de bloco EOS agiram preventivamente para impedir o roubo, congelando sete contas comprometidas pelo processo de registro por meio de golpes de phishing. A ação levou a uma reação de comentaristas no twitter, incluindo os players de alto perfil da indústria de criptomoedas, Nick Szabo:

“Na EOS, alguns completos estranhos podem congelar o que os usuários achavam que era seu dinheiro. Sob o protocolo EOS, você deve confiar em uma organização “constitucional” composta de pessoas que você provavelmente nunca conhecerá. A "constituição" da EOS é socialmente inviável e um buraco na segurança.”

e Charlie Shrem:

“Protegendo, “punindo”. Não. Ninguém consegue decidir essas coisas. Você está trocando um país por outro, ainda que digital. Este é o ponto das criptomoedas, ninguém deveria ter esse poder. Se você fizer isso, devemos parar de desperdiçar o tempo de todos.”

A queda da EOS nesta semana também pode estar relacionada ao fato de ser a altcoin mais negociada na exchange sul coreana Bithumb, que sofreu um roubo de US $30 milhões quando sua carteira foi hackeada na noite de 19 de junho.

Na época da invasão, a Bithumb foi classificada como a sexta maior exchange de criptomoedas por volume comercial globalmente, mas agora caiu para o nono lugar após a notícia do incidente.

Embora os detalhes completos do hack ainda estejam sendo esclarecidos, a Bithumb disse que não haverá "danos" para seus clientes, confirmando ontem que reembolsará os usuários afetados. A exchange diz que está trabalhando de perto com a Agência Coreana de Internet e Segurança (KISA), o Ministério de Ciência e Tecnologia da Coreia, a polícia nacional e outros para investigar o roubo, e diz que empreenderá "medidas sistemáticas" para prevenir uma repetição do incidente.

Embora as notícias de uma quebra de segurança em uma grande plataforma de criptomoedas possa minar significativamente a confiança do mercado no termo imediato, os analistas têm seguido esta semana o mercado de criptomoedas com um olho no desempenho técnico.

O presidente da Blue Line Futures disse que com a volatilidade anualizada de 30 dias do Bitcoin caindo para 61% em comparação com seu pico de mais de 150% no ano passado, as estatísticas agora indicam que "as vendas se esgotaram", sinalizando as criptomoedas provavelmente em um processo de fundo.

O setor financeiro tradicional continua acompanhando de perto os desenvolvimentos no mercado de criptomoedas e do blockchain, com o diretor do Banco Nacional Suíço (SNB), Thomas Moser, nesta semana dizendo que as criptomoedas e a tecnologia blockchain ainda são rudimentares demais para considerar a emissão de uma moeda digital apoiada pelo Estado e que ele não pode imaginar um "franco digital" tão cedo. Falando na conferência de blockchain do Crypto Valley em Zug, o diretor admitiu que a tecnologia blockchain tem potencial, mas apenas quando “parece muito diferente do que faz hoje”.

Ainda ontem, a Bloomberg anunciou que agora estaria listando o índice de criptomoedas da Huobi, que segundo ele, é uma marca de trazer criptomoedas para o mercado financeiro tradicional. A Bloomberg também listará os preços de nove paridades de criptomoedas, negociadas em Tether (USDT), incluindo Bitcoin (BTC), Litecoin (LTC), Bitcoin Cash (BCH), Ethereum Classic (ETC), Ripple (XRP), Dash, EOS e ZCash.

O banco norte-americano Goldman Sachs revelou nesta semana que está explorando trading de derivativos de criptomoedas, com David Solomon, diretor de operações (COO), afirmando que enquanto a empresa já está ajudando clientes em derivativos negociados em bolsa, como futuros de Bitcoin, também estão “muito cautelosamente” considerando “algumas outras atividades” nas criptos.

Aviso Legal. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

Fonte: cointelegraph

 


COMENTÁRIOS