Principais mineradores da Europa dizem estar preparados para o halving

11/05/2020


Um relatório compilado pelo instituto de pesquisa sem fins lucrativos, dGen, descobriu que muitos mineradores baseados na Europa se sentem preparados para o halving do Bitcoin, enfatizando que os preços mais altos da eletricidade forçaram muitos mineradores a investir em tecnologias altamente eficientes.

O diretor comercial global da F2Pool, Thomas Heller, afirmou que “[os] preços mais altos da eletricidade são compensados por negócios mais suaves, melhor regulamentação e mais proteção”, acrescentando que “até coisas como obter seguro” estão disponíveis para os mineradores da região.

O vice-presidente de Poolin, Alejandro De La Torre, ecoou a posição de Heller. Ele afirmou que os benefícios de “governo estável, regulamentação clara ou não ameaçadora e altos níveis de facilidade na abertura de negócios” proporcionam às mineradoras europeias uma infinidade de vantagens e economias.

Philip Salter, chefe de operações da Genesis Mining concordou, afirmando:

"A estabilidade política reduz os riscos e, acima de tudo, a eletricidade proveniente de fontes renováveis torna, no final, a melhor opção (mais barata)."

No entanto, Denis Rusinovich, da GmbH, afirmou que os Estados Unidos oferecem às mineradoras mais opções em termos de serviços financeiros quando comparadas à Europa:

"O maior desafio para as mineradoras na Europa é o fraco desenvolvimento local do ecossistema, em contraste com os EUA, onde há um desenvolvimento eficiente no comércio, bancos, produtos estruturados e, mais importante, opções de financiamento para as mineradoras."

Mineradores europeus se preparam para o halving

Quando perguntado sobre as perspectivas da região de enfrentar o halving, o segundo no comando da F2Pool afirmou que as mineradoras europeias estão em uma posição única para enfrentar o halving mas precisam investir em tecnologias eficientes.

As fazendas de mineração na Europa têm, em média, custos elétricos mais altos, de modo que tendem a atualizar rapidamente, usam firmware mais eficiente e geralmente possuem data centers com melhor engenharia para aproveitar o clima local”, acrescentou.

Rusinovich descreve o halving como um "evento de gatilho predefinido", argumentando que as mineradoras em todo o mundo estão se preparando "consumindo eletricidade mais barata, comprando novo hardware mais eficiente e protegendo financeiramente o risco futuro".

Salter, da Genesis Mining, previu que o halving terá o mesmo impacto em todos os mineradores, independentemente da jurisdição em que se baseia, afirmando:

"Os custos operacionais serão mais importantes do que antes, para que as mineradoras que usam fontes de energia renováveis e baratas saiam por cima!"

Fonte: cointelegraph

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.


COMENTÁRIOS