Valorização do Bitcoin bate Ouro, IBOV, Nasdaq e S&P 500 em 2020

19/08/2020


O Bitcoin vem se valorizando de forma consistente durante todo o ano de 2020. Ele vinha numa crescente no primeiro trimestre do ano. Contudo, no meio do mês de março, todos os mercados despencaram em decorrência da pandemia do coronavírus.

O Bitcoin foi extremamente afetado pela crise econômico-sanitária provocada pelo COVID-19, desvalorizando de forma intensa. No entanto, o ativo mostrou poder de recuperação e superou as perdas do período nos meses seguintes.

Agora, a comparação do Bitcoin com outros ativos e índices de mercado é surpreendente.

Como consequência, a criptomoeda está batendo o desempenho de várias outras modalidades de investimento em 2020.

No gráfico, é possível observar o desempenho do Bitcoin durante todo o ano de 2020.

O Bitcoin abriu o ano valendo R$ 29.201,10. Atualmente, ele está cotado a R$ 65.500,00, é quase a sua alta histórica – quando cotado na moeda brasileira. A valorização foi de 132% em Reais. Em dólares, a valorização foi de 71,47%.

Aliás, é importante ressaltar que a valorização do Bitcoin é desproporcional no Brasil, devido à valorização do dólar. Como o Bitcoin é cotado em dólar, a valorização da moeda americana impacta diretamente no preço do Bitcoin por aqui.

De todo modo, mesmo quando cotado em dólar, a performance do Bitcoin é capaz de impressionar os investidores.

A valorização do ouro, em 2020, é de 29%. O número já foi maior, mas o metal perdeu terreno nos últimos dias. Atualmente o ouro está cotado a R$ 1.982,00, equivalente a R$ 10.902,39 na cotação atual.

De qualquer forma, o ouro apresenta um bom desempenho no ano. No entanto, quando comparado ao Bitcoin, a valorização do metal corresponde a menos da metade do criptoativo.

No caso do IBOV, a situação é bem diferente. No ano, o IBOV acumula uma perda de 16,59%.

A Bolsa de Valores brasileira estava quebrando recordes em 2019, devido ao otimismo dos investidores com o futuro da economia brasileira e com a realização das reformas previdenciária, administrativa e tributária.

Contudo, a pandemia devastou o índice-referência da B3 Bovespa.

Assim, apesar de o IBOV ter recuperado parte das perdas de março, o índice ainda está longe de alcançar os 115-120 mil pontos do início do ano.

Já o Nasdaq apresenta uma valorização de 21% em 2020 e o tradicional S&P 500 apenas 3,88% no ano.

O desempenho do Bitcoin ofuscou facilmente as performances de outros índices e ativos até agora em 2020.

Fonte: criptofacil

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.


COMENTÁRIOS