Versão beta da bitcoin lightning network está ativa na rede principal

16/03/2018


Anunciado dia 15 de março, a startup da Califórnia, Lightning Labs, lançou oficialmente uma versão beta do seu software (LND), disponibilizando o que os investidores e as lideranças do projeto dizem que é a primeira versão completamente testada da tecnologia até o momento. Isso significa que os usuários agora podem usar o LND para enviar bitcoin e litecoin a outros usuários, tudo sem liquidar dessas transações no blockchain.

Embora este software seja um dos vários que procuram formar uma rede combinada que visa tornar as transações de criptomoedas mais rápidas e mais baratas, o desenvolvimento de hoje efetivamente leva o bitcoin a um passo mais próximo de novos tipos de aplicativos, como pagamentos na Internet das Coisas e de contas recorrentes.

Isso ocorre porque, semelhante ao bitcoin, o protocolo Lightning não é gerenciado por nenhuma pessoa ou empresa. É uma série de tecnologias compatíveis.A startup Blockstream lançou uma versão 1.0 do protocolo Lightning em janeiro, e a ACINQ, outra startup, já oferece um software beta que funciona com o bitcoin. Ainda assim, o software da Lightning Labs é considerado o software mais maduro até a data - e os investidores estão usando o lançamento para sinalizar seu interesse.

Também revelado, a Lightning Labs arrecadou US $2,5 milhões de quase uma dúzia de investidores, incluindo o CEO do Twitter, Jack Dorsey, a executiva da Square Capital, Jacqueline Reses, o criador da Litecoin, Charlie Lee, e o ex-COO do Paypal, David Sacks. Enquanto Dorsey e Reses se recusaram a comentar além de confirmar que investiram, David Sacks acredita que a versão beta marca um momento crucial na história do bitcoin. "Lightning é o protocolo mais importante que está sendo construído no bitcoin e a Lightning Labs é a melhor desenvolvedora desse protocolo", disse Sacks.

O investidor Ben Davenport, CTO na empresa de segurança blockchain BitGo, concordou que o lançamento é um marco crucial.

É algo em que toda a comunidade se concentrou e trabalhou na maior parte dos últimos dois anos. É realmente o resultado de muito trabalho de muitas pessoas, não apenas da Lightning Labs ... Nós a consideramos como parte muito importante da solução de escalabilidade do bitcoin, e talvez de outras moedas digitais também

A equipe da Lightning Labs também construiu algumas medidas de segurança para limitar a quantidade de criptomoedas que as pessoas podem enviar por agora para cerca de US $1.400 por canal, ou cerca de US $400 por pagamento. O alvo demográfico para o lançamento é de desenvolvedores e "usuários avançados" que são capazes de executar um nó completo e usar a interface de linha de comando do LND.

É um lançamento que provavelmente estimulará o interesse e o engajamento, já que os desenvolvedores já estão enviando dinheiro pela rede. Já existem aproximadamente 1.000 nós executando o software da Lightning na rede principal do bitcoin. Os investidores no projeto acreditam que o lançamento aumentará esse número crescente.

Ben Davenport disse:

O que eu espero ver, e estou otimista, é uma explosão no desenvolvimento de aplicativos baseados em Lightning e outras coisas que incorporam Lightning. Vários contribuidores falaram da Lightning como um investimento de longo prazo na infraestrutura blockchain.

Um defensor de longa data para a Lightning, Charles Lee expressou sua esperança de que ainda mais experiências sejam possíveis com o software, incluindo transações que entre blockchains. "É ótimo ver a rede Lightning estar sendo usada no mundo real. Também estou entusiasmado por poder fazer atomic swaps de cadeia cruzada entre bitcoin e litecoin", disse ele.

Se bitcoin realmente é o piso térreo do emergente ecossistema de criptomoedas, então a Lightning é o primeiro degrau. Este lançamento marca um voto de confiança de que a escada é realmente segura para que os construtores comecem, com passos cautelosos, subindo.

Fonte: coindesk


COMENTÁRIOS