Cédulas Inteligentes de Bitcoin Lançadas em Cingapura

04/05/2018


Nesta quinta-feira a Tangem, um fabricante de cédulas de ativos digitais, anunciou o lançamento de cédulas inteligentes de Bitcoin na loja Megafash Suntec City em Cingapura.

 

No anúncio diz:

Disponíveis imediatamente nas denominações de 0,01 e 0,05 BTC. As Tangem Notes melhoram radicalmente a simplicidade e a segurança da aquisição, apropriação e circulação de criptomoedas para usuários sofisticados e para novos usuários.

Com sede no Criptovalley, na Suíça, e em Hong Kong, a Tangem também possui escritórios em Cingapura, Moscou e China, de acordo com seu site.

A empresa diz que “está entregando o primeiro carregamento de uma produção de 10.000 cédulas para potenciais parceiros e distribuidores em todo o mundo para pilotos comerciais”.

Como funcionam as cédulas inteligentes da Tangem

A Tangem explica que suas cédulas inteligentes de Bitcoin são “comparáveis a uma cédula de papel bem protegida” e “baratas o suficiente para serem entregues”. Citando sua facilidade de uso, a empresa diz que “não há infraestrutura especial, sem aplicações complicadas - basta ler a cédula com um smartphone compatível com NFC para ter 100% de certeza de que possui ativos válidos”.

A transferência da propriedade das notas é anônima e instantânea, afirma a Tangem. “É entregue fisicamente toda a carteira junto com a chave privada blockchain. Sem taxas de transação, não há necessidade de aguardar confirmação blockchain”. Além disso, a empresa diz que suas notas estão equipadas com “proteção EAL6+ de alto grau para todas as criptomoedas. Chaves privadas irrecuperáveis proíbem a replicação da carteira e seus ativos”.

A concorrente Opendime oferece um produto físico com um propósito semelhante, mas que se parece mais com um pendrive USB e sem qualquer quantidade impressa neles.

Questões de segurança

O hardware da Tangem é baseado no chip semicondutor S3D350A da Samsung. A empresa afirma oferecer “a primeira solução de armazenamento de hardware no mercado, com toda a sua eletrônica e criptografia certificadas com os padrões de segurança Common Criteria EAL6+ e EMVCo”.

Como acontece com qualquer produto baseado em firmware incorporado no ambiente das criptomoedas, as auditorias de segurança e o código-fonte aberto são fundamentais para conquistar a confiança dos usuários para garantir que a empresa não tenha acesso aos fundos armazenados em seus produtos. No momento da redação deste artigo, o único código disponível (no Github) publicamente da Tangem é para seus aplicativos iOS e Android.

No entanto, a empresa alega que compartilhou o código-fonte completo do firmware de seu chip com uma empresa suíça de segurança, Kudelski Group, acrescentando que esta empresa concluiu uma análise detalhada e uma abrangente auditoria de segurança da arquitetura de seus produtos.


COMENTÁRIOS