CEO da Abra acredita que mercado de criptomoedas voltará a crescer este ano

28/03/2018


Abra é uma carteira de criptomoedas que serve para 50 moedas fiduciárias e 20 tipos de criptomoedas. Ela usa a rede de contratos inteligentes da Litecoin (LTC) e o núcleo do protocolo do aplicativo será formado pela Litecoin. Em uma entrevista recente do Business Insider com o fundador e CEO da Abra, Bill Barhydt, ele disse que "o mercado de criptomoedas vai voltar a crescer em 2018". Ele também acredita que os investidores institucionais ocidentais investirão no mercado, o que "fornecerá suporte ao preço".

Ele diz que os indivíduos de alto patrimônio líquido, como o Hedge Funds, aproveitarão a volatilidade do mercado e investirão no futuro próximo. Uma vez que isso aconteça, de acordo com ele, “abrirá as comportas e todo o inferno se soltará”.

Apesar da queda no mercado de criptomoedas de um tamanho de mais de US $800 bilhões em meados de dezembro para metade de seu tamanho, cerca de US $300 milhões hoje, Barhydt está confiante de que o mercado recuperará sua antiga glória. Ele também afirmou que algumas instituições financeiras japonesas começaram a investir no mercado de criptomoedas no final do ano passado e isso estava parcialmente por trás da alta dos preços na época.

Barhydt disse:

Realmente não há dinheiro institucional do Ocidente em grande escala em criptomoedas agora. Isso está acontecendo no Japão. Uma vez que um bom pedaço de dinheiro institucional ocidental começar a entrar – cuidado.

A queda do mercado também resultou em uma diminuição no número de buscas relacionadas às criptomoedas no Google. No entanto, ele afirmou:

O interesse institucional agora está começando a crescer, independentemente das tendências do Google.

Ele também disse que os investimentos institucionais nas principais criptomoedas como Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) criarão um “efeito manada” para o amplo mercado das criptomoedas e que isso acontecerá neste ano.

A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) começou a observar de perto os fundos de hedge que investiram em criptomoedas. No entanto, Barhydt é da opinião de que este regulamento servirá para ajudar os investidores institucionais.

“Estamos chegando cada vez mais perto da real clareza no Ocidente de que é tudo bem colocar metade de seus ativos em criptomoedas. Mesmo que eles invistam apenas meio por cento, o que é uma quantia minúscula, isso ainda funcionaria porque serão centenas de milhões de dólares e um grande impulso para o mercado de criptomoedas."


COMENTÁRIOS