Italianos preferem BTC a Visa ou Mastercard ao fazer compras online

08/11/2019


De acordo com novos dados da empresa de análise de marketing SEMRush, o Bitcoin (BTC) é o terceiro método de pagamento online preferido na Itália.

Em 31 de outubro, o noticiário italiano La Stampa informou que a empresa de análise de marketing de Boston, afirmou que na lista dos métodos mais utilizados de sistemas de pagamento online na Itália, o Bitcoin ocupa um terceiro lugar forte, apenas atrás do PayPal e do serviço italiano de cartões pré-pagos recarregáveis PostePay.

Os dados revelaram ainda que os italianos usam o Bitcoin para fazer compras online mais amplamente que os cartões de crédito tradicionais, como Visa, Mastercard ou American Express.

Segundo o La Stampa, o Bitcoin é usado mais de 215.800 vezes por mês para compras online na Itália, enquanto o American Express é usado apenas 189.000 por mês. Visa, Mastercard e outros cartões de crédito ficam com apenas 33.950 transações online por mês.

O serviço de pagamento online da Califórnia, Paypal, continua sendo a opção incontestável para pagamentos online na Itália, com cerca de 1,3 milhão de transações de pagamento por mês. O processador de pagamentos italiano PostePay segue de perto, com quase 1,2 milhão de transações mensais.

Vale ressaltar que os dados não levaram em conta o número de contas Paypal e PostePay vinculadas a cartões de crédito.

 

Os italianos estão comprando cada vez mais online

Segundo o La Stampa, em 2018, os gastos totais de compras em e-comerce foram superiores a 40 bilhões de euros, com 62% dos italianos fazendo pelo menos uma compra online no ano.

 

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

Fonte: cointelegraph


COMENTÁRIOS