22 países assinam declaração de parceria Blockchain europeia

11/04/2018


O "Digital Day" de 2018 da Comissão Europeia (CE) resultou à assinatura de uma declaração para criar uma parceria Blockchain europeia de 22 países, de acordo com um comunicado de imprensa da própria Comissão Europeia em 10 de abril.

Durante o discurso de ontem, o vice-presidente da CE chamou a Europa para se tornar líder em tecnologias digitais, trabalhando na inovação Blockchain, bem como no desenvolvimento de inteligência artificial (IA).

O comunicado de imprensa indica que a parceria será um “veículo de cooperação entre os Estados-Membros para trocar experiências e conhecimentos nos domínios técnicos e regulamentares e preparar o lançamento de aplicações (Blockchain) a nível da UE em todo o mercado digital para o benefício de setores públicos e privados”

A comissária da Economia e Sociedade Digital, Mariya Gabriel, falou sobre o potencial da tecnologia Blockchain para ser integrada na indústria existente:

"No futuro, todos os serviços públicos usarão a tecnologia (Blockchain). O Blockchain é uma grande oportunidade para a Europa e os Estados-Membros repensarem os seus sistemas de informação, promoverem a confiança dos utilizadores e a proteção de dados pessoais, ajudarem a criar novas oportunidades de negócio e a criar novas áreas de liderança, beneficiando cidadãos, serviços públicos e empresas”

O tema da regulamentação da tecnologia Blockchain também foi abordado no comunicado de imprensa, que declarou que a parceria “contribuirá para a criação de um ambiente propício, em total conformidade com a legislação da UE e com modelos claros de governança que ajudarão os serviços que usam Blockchain à florescer em toda a Europa”. A CE relatou no início de março que eles estariam lançando uma estrutura de fintech e Blockchain em toda a UE.

Os estados participantes que assinaram a declaração para a parceria Blockchain são os seguintes: Áustria, Bélgica, Bulgária, República Tcheca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Irlanda, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia e Reino Unido. O comunicado de imprensa acrescenta que outros membros da UE e do espaço econômico europeu também estão convidados a participar.

No início de fevereiro, a CE lançou o Observatório e Fórum Blockchain da UE, que Gabriel chamou de “um dos repositórios mais abrangentes do mundo em experiência e perícia (Blockchain)”.

O comunicado de imprensa observa que a CE investiu mais de 80 milhões de euros (cerca de US $98 milhões) em projetos relacionados ao Blockchain, com cerca de 300 milhões de euros (cerca de US $371 milhões) a serem destinados ao desenvolvimento do Blockchain até 2020.

Fonte: cointelegraph


COMENTÁRIOS