Bitcoin e outras criptomoedas alcançarão adoção em massa em breve, diz CEO da Abra

05/09/2018


Em uma entrevista recente, Bill Barhydt, CEO da Abra, uma das mais famosas carteiras de criptomoedas, falou sobre a adoção das criptomoedas, a mudança de cenário de 2017 para 2018 e a situação SEC-ETF.

Falando à CNBC, Bill foi recebido com perguntas que abordaram a irresponsabilidade do interesse em algo tão volátil quanto as criptomoedas e perguntou se ele estava desempenhando um papel importante em fazer isso acontecer.

Ele afirma que os usuários precisam estar cientes do que está acontecendo e que a situação só pode ser melhor se as pessoas investirem tempo para aprender mais sobre criptomoedas. Ele também insistiu que as pessoas deveriam ser mais responsáveis pelas decisões financeiras e olhar para o modo como os governos trabalham para entender as situações no mercado.

Bill afirmou que as criptomoedas não são uma 'fraude global', como foi dito por algumas pessoas, e disse que os novos usuários que não entendem o campo devem começar investindo apenas alguns dólares em criptomoedas e não entrar “all in”. Ele acrescentou que existem dezenas de milhões de aplicações de carteira no mercado atualmente e que a escala da indústria deve justificar sua adoção em massa.

A entrevista então se concentrou na mudança do mercado entre novembro de 2017 e o presente. Os exemplos do Bitcoin e apetrechos de criptomoedas que estão em cada loja de esquina foram usados para trazer o entusiasmo durante o aumento de 2017. O CEO da Abra continuou dizendo que a empresa vem crescendo a um ritmo cinco vezes maior do que o que foi esperado e acrescentou que o interesse das pessoas em criptomoedas não diminuiu.

Bill acrescentou que toda a infraestrutura presente no mercado favorece o surgimento de investidores institucionais, com sinais de um grande boom financeiro logo ao virar da esquina. Ele também acrescentou que o medo e as inibições das pessoas sobre criptomoedas como o Bitcoin são apenas por ser uma classe de ativos relativamente nova. Durante a conversa, os âncoras batem o pé no chão afirmando que "meros mortais" não serão capazes de compreender a gravidade do campo das criptomoedas e, portanto, podem ser facilmente manipulados.

Bill afirmou que a Abra é apenas um aplicativo de carteira que não permite que os usuários participem de transações com criptomoedas e comparou com os usuários que investem em ações sem conhecer as minúcias do mercado financeiro. Segundo ele, 2018 será o ano do investidor institucional e o dia da adoção em massa pelos governos não está longe.

Em seguida, ele falou sobre como a recente rejeição do ETF Bitcoin pode ser atribuída ao fato de que as pessoas que trabalham na Comissão de Valores Mobiliários (SEC) dos Estados Unidos não se encaixam no modelo das criptomoedas nem em nada relacionado a elas. Bill Barhydt fechou a entrevista colocando uma aposta no fato de que a aceitação das criptomoedas acontecerá no próximo ano, contando com a transferência de conhecimento que acontecerá no primeiro trimestre de 2019.

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

Fonte: ambcrypto


COMENTÁRIOS