Federal Reserve de São Francisco diz que mercados futuros de Bitcoin influenciaram no preço

09/05/2018


Você já se perguntou por que o mercado Bitcoin caiu de valor nos últimos quatro meses de 2018? Bem, pesquisadores da Universidade de Stanford e do Federal Reserve Bank de São Francisco acreditam que os mercados futuros de Bitcoin desempenham um papel no comportamento do mercado. O estudo foi publicado no site de relatórios de pesquisa econômica do banco central e escrito por Galina Hale, Arvind Krishnamurthy, Marianna Kudlyak e Patrick Shultz. Os pesquisadores do Federal Reserve dizem que os mercados de derivativos de Bitcoin introduzidos em dezembro do ano passado sugerem uma correlação com o declínio no valor da criptomoeda.

O documento afirma que no início o Bitcoin permanecia abaixo de US $4.000, mas subiu “drasticamente para quase US $20.000, e desceu rapidamente a partir de meados de dezembro”, explica o estudo econômico do Federal Reserve. Os pesquisadores continuam afirmando:

“O preço de pico coincidiu com a introdução da negociação de futuros de Bitcoin na Chicago Mercantile Exchange. A rápida subida e subsequente queda do preço após a introdução dos mercados futuros não parece ser uma coincidência. Pelo contrário, é consistente com o comportamento comercial que normalmente acompanha a introdução de mercados futuros para um ativo.”

Comparação das três maiores quedas do preço do Bitcoin em 2017A queda de preço após a emissão de futuros de Bitcoin na CME é “claramente maior” do que nas duas reversões anteriores, diz o relatório. "Além disso, as duas reduções anteriores nos preços voltaram aos níveis de antes da queda em cerca de um mês. No final de abril, o preço do Bitcoin não havia retornado ao seu pico pré-futuros", explica o relatório do Federal Reserve de São Francisco. O documento enfatiza o porquê disso dizendo:

“Achamos que o rápido aumento do preço do Bitcoin e seu declínio após a emissão de futuros na CME seja consistente com a dinâmica de precificação - uma vez que os mercados de derivativos se tornam maiores, a pressão de venda a descoberto dos pessimistas leva a um declínio acentuado no valor.”

Os pesquisadores também observam que eles entendem que existem outros fatores fundamentais ligados ao valor global da criptomoeda e que os “benefícios transacionais” provavelmente quantificarão o preço de longo prazo da moeda. "À medida que a dinâmica especulativa desaparece do mercado Bitcoin, os benefícios transacionais provavelmente serão o fator que impulsionará a avaliação", conclui o documento.

news.bitcoin


COMENTÁRIOS