Gigante Fidelity lança serviços de ativos digitais para investidores institucionais

16/10/2018


A empresa norte-americana de investimentos Fidelity, que administra mais de US $7,2 trilhões em ativos de clientes, anunciou o lançamento de uma nova empresa, a Fidelity Digital Asset Services, segundo um comunicado de imprensa de 15 de outubro. A nova companhia oferecerá serviços de custódia e execução comercial para ativos digitais, visando investidores institucionais como “fundos de hedge, family offices e mercados intermediários” e, por enquanto, não estará aberta a investidores de varejo. De acordo com o comunicado de imprensa, a Fidelity Digital Assets focará no fornecimento de uma solução de armazenamento de grau institucional, seguro e compatível para Bitcoin, Ethereum e outros ativos digitais.

Tom Jessop, diretor do recém-criado negócio, é citado dizendo que a Fidelity começou a explorar o blockchain e as criptomoedas “há vários anos”, dizendo à CNBC em uma entrevista hoje que a ideia de comercializar uma empresa de criptomoedas “autônoma” começou em meados do ano de 2017.

A Fidelity cita uma pesquisa da Greenwich Associates que descobriu que 70% dos executivos de finanças institucionais acreditam que as criptomoedas terão um papel no futuro do setor financeiro, mas muitos ainda estão “nos bastidores” antes de entrar no mercado.

Tom disse à CNBC que a nova empresa irá alavancar todos os "recursos de uma grande organização" - a Fidelity já trabalha com "mais de 13.000" clientes institucionais - para atrair esses players para este mercado emergente.

Para esse fim, a empresa recém-criada se baseará em sua reputação de importante representante de Wall Street e usará soluções tecnológicas que foram "reaproveitadas" de outras partes de sua organização, nas palavras de Tom Jessop.

Para as negociações em criptomoedas, o comunicado de imprensa afirma que a empresa usará "um mecanismo de cruzamento interno comprovado e roteador de pedidos inteligentes para a execução comercial de ativos digitais" que "permitirá a execução em vários locais do mercado".

Relatórios não confirmados surgiram em junho, sugerindo que a Fidelity estava contratando desenvolvedores para construir uma exchange de criptomoedas, citando correspondência interna na época.

O laboratório de inovação da gigante de investimentos também tem uma parceria com a exchange Coinbase desde meados de 2017 para permitir que os clientes visualizem suas participações em Bitcoin juntamente com ativos tradicionais em seus portfólios.

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

Fonte: cointelegraph


COMENTÁRIOS