Samsung Galaxy S10 agora suporta stablecoins: TUSD, Maker e USDC

02/09/2019


Após a integração com as principais criptomoedas, a gigante sul-coreana Samsung expande as moedas suportadas pelo dispositivo Galaxy S10 em mais três stablecoins.

De acordo com um relatório da U.today de 30 de agosto, o novo smartphone da Samsung agora suporta três stablecoins, incluindo TrueUSD (TUSD), Maker (MKR) e USD Coin (USDC).

Além disso, o Samsung Galaxy S10 agora supostamente suporta Basic Attention Token (BAT), um token nativo do navegador Brave, baseado em blockchain, usado para recompensar os usuários por assistirem anúncios.

O relatório observa que a carteira digital do novo telefone da Samsung agora suporta 33 moedas digitais no total, incluindo Bitcoin (BTC), o token nativo da Binance, Binance Coin (BNB) e Ethereum (ETH), KuKoin (KCS), NEM (XEM), Rede Kyber (KNC), Qtum (QTUM), bem como tokens nativos da startup de pagamentos em criptomoedas PundiX, após a integração de seus XWallet.

O CEO da Binance, Changpeng Zhao, observou que o escopo do acordo é significativo e ele será um defensor ativo do novo telefone da Samsung.

“Não é um negócio pequeno, certo? Adivinhe qual telefone vou comprar e recomendar a todos os meus amigos!”

Em 27 de agosto, a grande operadora de telefonia China Telecom divulgou um whitepaper sobre smartphones movidos a blockchain na Era 5G, descrevendo um projeto do sistema de gerenciamento de ativos digitais blockchain baseado em cartão SIM.

Em 29 de agosto, a startup bancária alemã baseada em blockchain, Bitwala, anunciou o lançamento de seu aplicativo cripto para smartphone no iOS e Android. Clientes em mais de 30 países europeus agora podem abrir uma conta bancária alemã com carteira e negociação de Bitcoin integradas.

O processo de integração de novos clientes foi diretamente integrado ao aplicativo. Ele usa um recurso de identificação de vídeo, com o qual os residentes do espaço econômico Europeu podem verificar e abrir uma conta em questão de minutos. O CTO da Bitwala, Benjamin James, explica:

"Depois de ter uma conta, você pode integrar perfeitamente suas atividades bancárias diárias - seja em Bitcoin ou Euro - na sua vida cotidiana."

A carteira Bitcoin integrada funciona exatamente como o banco online convencional. A esse respeito, é diferente de uma conta em uma exchange de criptomoedas, pois pode ser usada para gerenciar as finanças diárias.

Os usuários podem comprar e vender Bitcoin diretamente de sua conta bancária. A carteira possui funcionalidade P2P para transferir Bitcoin para amigos e familiares, e as transações podem ser autorizadas usando biometria. As chaves privadas são mantidas pelo cliente o tempo todo.

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

Fonte: cointelegraph


COMENTÁRIOS