WhatsApp lança pagamentos eletrônicos instantâneos no aplicativo

16/06/2020


O WhatsApp estreou pagamentos eletrônicos fiduciários em sua plataforma, com o Brasil se tornando o primeiro país a experimentar um lançamento nacional.

De acordo com o comunicado divulgado segunda-feira pelo WhatsApp, os usuários que possuem cartões de débito ou crédito Visa e Mastercard do Banco do Brasil, Nubank ou Sicredi agora podem anexar pagamentos instantâneos às suas mensagens.

Há um limite monetário não especificado imposto devido a preocupações com combate à lavagem de dinheiro e combate ao financiamento do terrorismo. Além disso, os usuários do WhatsApp no Brasil não podem fazer mais de 20 transações no aplicativo por dia.

Estima-se que o WhatsApp tenha mais de 120 milhões de usuários no Brasil, ou cerca de 57% de toda a população do país.

Embora o comunicado de imprensa oficial não mencione outras jurisdições além do Brasil, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, disse em sua página pessoal que se espera o lançamento em mais países “em breve".

Os pagamentos são implementados via Facebook Pay, um sistema de pagamento desenvolvido em 2019 para aplicativos afiliados ao Facebook, como Messenger, Instagram e WhatsApp.

Como a empresa enfatizou no passado, o Facebook Pay "é construído sobre a infraestrutura e parcerias financeiras existentes" e não está relacionado à carteira da Novi (ex Calibra) que será executada na rede Libra.

O WhatsApp pode usar diferentes sistemas de pagamento para pagamentos eletrônicos via Fiat em diferentes países. Na Índia, onde o gigante das mensagens testou pagamentos no aplicativo há meses, o WhatsApp pretende usar uma solução desenvolvida localmente chamada UPI, supostamente devido à pressão dos reguladores domésticos.

No entanto, espera-se que o WhatsApp ainda suporte a Libra em algum momento no futuro. Ao contrário dos pagamentos fiduciários do WhatsApp em países como Brasil e Índia, o Facebook comercializa a Libra como uma solução global para os não-bancários.

De acordo com um comunicado de imprensa de maio da Novi, uma carteira digital de propriedade do Facebook, ela será integrada ao WhatsApp assim que for lançada, suportando pagamentos em stablecoins internas como LibraUSD, LibraEUR e LibraGBP, além de uma multicoin chamada LBR.

Fonte: cointelegraph

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.


COMENTÁRIOS