Bitcoin sendo testado em meio ao maior crash de ações desde 2008

10/03/2020


O índice de volatilidade VIX, o principal indicador de risco do mercado de ações, subiu para 55 em 9 de março. Esse é o nível mais alto desde 2009. Enquanto isso, as negociações da Arábia Saudita com a Rússia azedaram, provocando uma concorrência de corte de preços. Isso levou o Brent Crude, referência internacional em petróleo a ser negociado a US $36,20, queda de 20% em relação à sessão anterior.

O Dow Jones Industrial Average despencou 6,9% - a maior perda diária já registrada - enquanto o FTSE do Reino Unido está sendo negociado em queda de 7,7%. O desempenho da noite para o dia nos mercados asiáticos também não foi muito diferente, pois o Nikkei do Japão fechou em queda de 5,1% abaixo do fechamento de sexta-feira.

Outro sinal ameaçador foi o rendimento da nota do Tesouro dos EUA de 10 anos caindo abaixo de 0,5% pela primeira vez na história, um forte indicador de que os investidores estão procurando desesperadamente portos seguros.

Ouro e Bitcoin: quem está reagindo melhor ao pânico global?

Os preços do ouro permaneceram estáveis ao longo do dia em US $1,673 por onça, depois de atingirem uma alta histórica de US $1.700 na noite passada. A commodity subiu 5,6% em março, mostrando um desempenho saudável durante a epidemia de Coronavírus, que agora se espalhou para quase todos os países do planeta.

Por outro lado, o Bitcoin (BTC) caiu 13% em 48 horas, testando seu nível mais baixo desde o início de janeiro em US $7.625.

Gráfico diário Bitcoin

Brian Armstrong, co-fundador e CEO da Coinbase, foi pego de surpresa pelo recente movimento de preços, expresso por seu choque ao twittar:

"Surpreendido que estamos vendo o preço do Bitcoin cair nesse ambiente, esperaria o contrário."

O cofundador da BlockTower, Ari David Paul, também twittou que, apesar de uma queda recente de 25% em menos de 30 dias, o Bitcoin permanece com 7,5% no ano até o momento.

No início do dia, o negociante de derivativos Tony Stewart twittou que o indicador de distorção das opções - que ele interpreta como uma boa medida de medo - aumentou significativamente na semana passada. De acordo com Stewart, "esse desvio mede o medo de novos movimentos negativos".

Analistas alertam que a crise financeira pode se aprofundar

Dennis Dick, chefe da estrutura de mercados e trader proprietário da Bright Trading LLC, levantou uma bandeira vermelha sobre o potencial resultado da reação do mercado atual.

"Existe o potencial de estarmos no início de uma crise financeira, parte dois... É uma possibilidade que não estava em cima da mesa até essa queda do petróleo no fim de semana."

Conforme o preço do Bitcoin corrige, as altcoins também sofrem pesadas perdas. A Ethereum (ETH) caiu 18%, a Bitcoin Cash (BCH) 21% e a Litecoin (LTC) perdeu 24%, negociando abaixo de US $50.

O valor total do mercado de criptomoedas agora é de US $222,2 bilhões e a taxa de dominância do Bitcoin é de 64%.

Segundo Rodrigo Miranda, responsável pela Universidade do Bitcoin, “o Bitcoin será colocado à prova caso ocorra uma possível crise financeira global, pois o Bitcoin surgiu em 2009 após a crise dos EUA do subprime que afetou mercados em todo o mundo. Será a primeira vez que o Bitcoin será testado em meio a uma crise de confiança do mercado tradicional”.

“O Bitcoin surge em 2009 exatamente para minimizar a falta de confiança do sistema financeiro da época. Mas hoje, ano de 2020, muitos ainda não entendem os fundamentos e a importância do Bitcoin. Isso pode acarretar, de início, uma fuga de investidores saindo do mercado de criptomoedas para mercados mais seguros. Muitos vem se posicionando em ouro nos últimos meses e também no dólar e em algumas outras moedas mais fortes. Períodos de incerteza e de pânico, grandes fundos e investidores procuram mercados mais seguros (na visão deles) para proteger capital e esperar algum sinal de alivio e reversão”. Rodrigo Miranda ainda completa:

“Eu, particularmente, continuo acreditando no Bitcoin e no mercado de criptomoedas. E indico pelo menos 2 a 5% da carteira posicionada em Ouro e Bitcoin.”

Siga nossas redes sociais:

 

Fonte: cointelegraph

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.


COMENTÁRIOS