Inventor de fones de ouvido Beats requisita à SEC para lançar ICO de US $300 milhões

31/05/2018


A fabricante de fones de ouvido Monster Products solicitou aos reguladores dos EUA para fazer o lançamento de uma Oferta Inicial de Moeda (ICO) de US $300 milhões, confirmou um documento assinado em 25 de maio pela Comissão de Valores Mobiliários (SEC).

A Monster, que começou a operar em 1978, mas nos últimos anos tornou-se infame por abrir mão dos direitos de seus fones de ouvido Beats, agora planeja lançar 500 milhões de tokens Monster Money Network (MMNY), vendendo 60% em sua ICO. O arquivamento junto à SEC representa um registro de tokens MMNY como possíveis valores mobiliários de acordo com a legislação dos EUA.

O dinheiro arrecadado irá para a criação de uma plataforma, baseada no blockchain da Ethereum, para permitir que os investidores usem tokens para compras, que a Monster divide em três etapas:

  • Estágio I: estabelecer a Monster Money Network para fornecer as funções básicas de transação, como carteiras Monster Money e transações de processamento em tokens MMNY;
  • Estágio II: estabelecer uma plataforma privada offchain onde as microtransações podem ser concluídas com ou sem custos de transação muito limitados causados por atividades de mineração (“gas”).
  • Estágio III: completar o blockchain da Monster e integrar esse blockchain aos sistemas operacionais da empresa, como marketing, contabilidade e auditoria, serviços de folha de pagamento, controle de estoque e gerenciamento de frete.

O movimento faz a Monster ser a mais recente grande empresa a se aventurar na arena de ICOs, apenas um mês depois que o aplicativo de mensagens Telegram desistiu da seção pública de sua própria oferta.

As atitudes regulatórias em relação ao método de captação de recursos continuam a se estreitar, e os EUA se coordena para uma operação conjunta com o Canadá para investigar e punir empresas que não cumprem as leis estabelecidas.

Incluído no arquivamento da Monster na SEC, existe uma condição quanto a atrasos na emissão após dois anos:

“Os portadores dos tokens podem converter todos ou parte dos seus tokens em Ações Ordinárias da Companhia na proporção de quatro tokens para uma ação ordinária no caso de (I) nossos tokens não terem se tornado publicamente negociáveis em 30 de junho de 2020 ou (II) os nossos tokens terem cessado de ser negociados publicamente devido a certas ações governamentais em 30 de junho de 2020.”

Esta semana teve um vislumbre da culminação de outro período de incubação não planejado da ICO da Tezos, anunciando sua versão beta e posterior lançamento da plataforma mainnet. Os investidores esperaram quase um ano desde que contribuíram para sua ICO de US $232 milhões em julho de 2017, lançando vários processos de consumidores contra a Tezos por não distribuir os tokens.


COMENTÁRIOS