“Amazon da Ásia” começa a usar o serviço de pagamento da Bithumb para usuários de criptomoedas

13/11/2018


A Bithumb anunciou nesta quarta-feira o lançamento de seu serviço de pagamento com criptomoedas para o principal mercado de compras online, o Qoo10, conhecido como a "Amazon da Ásia".

As duas empresas assinaram um contrato em agosto e vêm desenvolvendo um serviço de pagamento para o Qoo10 que usa a Bithumb cash.


A Bithumb começou a oferecer o serviço de pagamento em Bithumb cash para o Qoo10 a partir do dia 5 deste mês. Esta opção de pagamento está agora listada no mercado ao lado da Payco, Paypal e E-money.

Um representante da Bithumb enfatizou que atualmente este serviço está disponível apenas para os coreanos, incluindo aqueles que vivem no exterior. Os estrangeiros que moram na Coreia não podem usá-lo, acrescentando que a empresa está trabalhando para disponibilizá-lo a todos os usuários.

O Qoo10 opera sete mercados online localizados em cinco países. A Bithumb descreveu esse mercado como uma empresa coreana de comércio eletrônico que é “o shopping número 1 em Cingapura e se tornou líder em mercados asiáticos de e-commerce, como Hong Kong, China e Indonésia”.

A Bithumb revelou em novembro do ano passado que estava trabalhando na criação de um sistema de pagamento “simples” para permitir que seus membros usassem suas criptomoedas e KRW (moeda won coreana) para pagar por bens e serviços, descreveu Chosun.

Um funcionário da exchange explicou na época que todas as criptomoedas contidas em contas Bithumb poderiam ser usadas. "O processo de conversão de moedas virtuais em Bithumb cash é feito automaticamente com base nos preços de mercado atuais".

O representante da Bithumb confirmou:

Criptomoedas como o Bitcoin serão convertidas automaticamente em KRW na taxa de mercado.”

E os usuários podem especificar quais criptomoedas serão vendidas primeiro para cobrir uma compra depois que o won coreano na conta estiver esgotado.

A Sedaily informou em abril que os donos de lojas também podem optar por aceitar pagamentos em won coreano ou criptomoedas. No entanto, se o dono de uma loja escolher criptomoedas, os valores no momento das retiradas podem ser diferentes dos valores pagos pelos clientes devido às flutuações de preço das criptomoedas. "A maioria dos franqueados quer reduzir o risco de flutuações de preço, por isso muitas vezes optam por trabalhar com o won", explicou a Bithumb no comunicado.

No mês passado, o BK Global Consortium, sediado em Cingapura, adquiriu uma participação majoritária na Bithumb por 400 bilhões de won (354 milhões de dólares), comprando 50 por cento mais uma ação da maior participante da exchange, a BTC Holdings. O acordo torna o Bk Global Consortium o maior acionista da Bithumb.

Além disso, a News Asia informou que o preço que a Bk Global pagou pela Bithumb é menor do que a avaliação de US $880 milhões avaliada no início de fevereiro, acrescentando que a avaliação do consórcio é ainda maior, mais de dois trilhões de won mais o direito de administração.

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

Fonte: news.bitcoin


COMENTÁRIOS