Facebook pode desencadear adoção global das criptomoedas com a GlobalCoin?

03/06/2019


Empresas não financeiras parecem estar apostando em um futuro com criptomoedas, como Facebook, Nike e Microsoft que estão na corrida para registrar patentes e marcas registradas para liderar a era das criptomoedas. O gigante das mídias sociais, Facebook, recentemente se reuniu com a Comissão de Comércio de Futuros e Commodities dos EUA (CFTC) para tratar sobre a concretização de sua iniciativa de uma stablecoin, a GlobalCoin. O presidente da CFTC, Christopher Giancarlo, comentou:

“O objetivo (da reunião) era entender melhor o potencial da crypto stablecoin do Facebook sob o mandato regulatório da CFTC.”

Enquanto a iniciativa da stablecoin do Facebook conseguiu obter a luz verde em seus estágios iniciais, alguns dos principais mercados do mundo ainda oferecem resistência ao mercado de criptomeodas, incluindo a Índia e a China. Em uma reviravolta mais surpreendente, países como a Venezuela começaram a aceitar criptomoedas para sobreviver ao colapso econômico decrescente.

Claramente, o mundo está pronto e desesperado por estabilidade financeira e independência (dos EUA) na maioria dos casos. O que preocupa as instituições financeiras tradicionais é o fato de que o projeto GlobalCoin do Facebook, uma vez ativo, seria acessível à maior base global de clientes. Enquanto isso reforçaria a reinvenção das transferências internacionais de ativos, o Facebook também traria novos investidores para o mercado de criptomoedas.

O principal fator para a aceitação global antecipada da GlobalCoin é o reconhecimento e a confiança da marca. O Facebook recentemente intensificou os esforços para estabelecer uma presença no e-commerce com seu aplicativo Marketplace, sinalizando um roteiro maior para o futuro das criptomoedas.

Embora a stablecoin do Facebook prometa um aumento na adoção das criptomoedas, seu uso generalizado seria considerado baseado na aceitação do governo. A Índia, embora liderando a revolução tecnológica, continua a restringir suas autoridades bancárias de apoiarem as criptomoedas, enquanto as economias menores estão sendo forçadas a adotá-las. Também é importante observar que o WhatsApp adquirido pelo Facebook tem mais de 200.000.000 de usuários apenas na Índia.


Volume semanal de Bitcoins negociados na Índia

 

Apesar da proibição, um aumento consistente nos volumes de negociação do Bitcoin na Índia pode ser visto, sinalizando o tremendo potencial da GlobalCoin. O novo secretário de Finanças, Subhash Chandra Garg, já havia sinalizado seu interesse em rediscutir o status de aceitação das criptomoedas para a maior democracia do mundo. À medida que mais países adotam as criptomoedas, para melhor ou pior, elas são destinadas a redefinir a estrutura financeira existente. E a GlobalCoin do Facebook pode estar à frente desse movimento.

 

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

Fonte: ambcrypto


COMENTÁRIOS