Por que não comparar o Bitcoin com sistemas centralizados com base somente na taxa de transação?

13/11/2018


Na rede Bitcoin, seja uma transação no valor de US $100 ou US $1 milhão, a taxa de mineração para processar o pagamento é a mesma.

Em 16 de outubro, um pagamento de US $194 milhões foi transferido pela rede Bitcoin com uma taxa de US $0,1 quase instantaneamente. Por meio de sistemas bancários tradicionais, são necessárias semanas de papelada, dias de sistema de liquidação e uma carga significativa de trabalho de conformidade para compensar um pagamento desse tamanho.

A pesquisa de Nic Carter, sócio da Castle Island Ventures e co-fundador da Coinmetrics.io, descobriu que comparar o Bitcoin com outras criptomoedas e sistemas centralizados como o PayPal baseado em transações por segundo (TPS) é impreciso.

Por que a comparação de Bitcoins não é tão simples?

Como mostra o gráfico abaixo criado por Carter, sistemas centralizados, como operadoras de rede de cartão de crédito, e o Bitcoin, visam um mercado diferente. Enquanto as operadoras de rede de cartões de crédito e débito se concentram principalmente no processamento de pequenos pagamentos com grande capacidade, os usuários do Bitcoin tendem a confiar na rede para pagamentos maiores.

“As transações de Bitcoin tendem a ser bem grandes. É difícil saber o número exato, mas sua transação média será de milhares de dólares, possivelmente dezenas de milhares. Sua transação média está bem acima de US $100”, explicou Carter.

Os pagamentos multimilionários são frequentemente movimentados na rede blockchain do Bitcoin e, em algumas ocasiões, como visto no pagamento de US $194 milhões, processado no mês passado, os grandes investidores liquidam pagamentos substancialmente grandes que raramente são liquidados com cartões de crédito.

Em novembro de 2015, o bilionário chinês Liu Yiqian comprou uma pintura no valor de US $170 milhões com seu cartão de crédito American Express. Ou seja, um pagamento US $24 milhões menor do que a transação do Bitcoin liquidada no mês passado. No entanto, devido à raridade da transação, a compra de cartão de crédito no valor de US $170 milhões foi informada pelos principais veículos de mídia e redes de televisão nacionais, porque não é normal que um usuário médio de cartão de crédito compre algo maior que US $10.000 a US $100.000.

“O que os críticos sentem quando se fixam no TPS é o simples fato de que os usuários desses sistemas tendem a ter uma boa ideia do que querem deles. Transferências de baixo valor, pequenas, com algumas garantias de reversibilidade, funcionam muito bem em Venmo, Paypal ou Visa. Sim - isso não funciona para os não-bancários, mas, de novo, virtualmente nenhuma infraestrutura financeira funciona. Esse material leva muito tempo para ser construído, assim como a confiança no sistema.”

Com base em uma métrica que é o TPS, o Bitcoin pode parecer uma rede inferior aos protocolos centralizados. Mas, o Bitcoin pode processar pagamentos significativamente grandes na rede com relativa facilidade, o que sistemas centralizados simplesmente não podem fazer devido a requisitos regulatórios e de conformidade.

Embora o TPS possa ser usado como uma medida, é uma das muitas medidas que podem ser utilizadas para avaliar e comparar as redes de pagamento, e não a única.

Carter observou:

“Então, em suma, os sistemas de transferência de valores variam ao longo de pelo menos três eixos principais, não apenas um. A resposta para "Nosso sistema faz 500.000 TPS" é "a que custo?" Você está adiando a liquidação? Você tem um único validador? Você exige que as partes façam parte do sistema financeiro controlado pelos EUA?”

 

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

Fonte: ccn


COMENTÁRIOS