Preço do Bitcoin pode ultrapassar US $10 milhões e tornar-se novo padrão ouro

23/01/2019


Após a alta do mercado de criptomoedas em 2017, as previsões do preço do Bitcoin mantiveram o mercado com boas expectativas. O excêntrico John McAfee fazendo promessas se o Bitcoin não conseguir chegar a US $1 milhão dentro de três anos e a Fundstrat estabelecendo um “conservador preço-alvo” de US $25.000, cada influenciador cripto tinha um preço-alvo - e muitas vezes em um curto prazo.

Cada vez mais, porém, essas metas de preços otimistas - e específicas - parecem ser uma relíquia de uma época passada. Até mesmo Tom Lee, talvez o maior touro de criptos de Wall Street, deixou de lado o jogo de previsão de preços do Bitcoin, reclamando que o mercado não conseguiu reconhecer que o verdadeiro valor do ativo estava muito acima do nível atual.

Crise da dívida global cria grande oportunidade para o Bitcoin

Contra esse pano de fundo pessimista, a empresa de gestão de ativos Lucid Investment Strategies está se desdobrando para fazer uma campanha que parece um retrocesso para 2017: o preço do Bitcoin poderia chegar a US $10 milhões, se tornar o novo padrão ouro e resolver a crise da dívida mundial.

Segundo a Lucid, a relação entre dívida global e riqueza saiu de controle, criando um "desequilíbrio grotesco" de desigualdade de riqueza. No final de 2018, a dívida mundial total era de US $247 trilhões, contra US $317 trilhões no total da riqueza mundial. Mas enquanto a riqueza global continua a superar a dívida, a diferença está diminuindo rapidamente. Nos últimos 20 anos, a dívida subiu 394%, enquanto a riqueza subiu apenas 133%.

Em um novo relatório, a Lucid afirma que esse status quo não é sustentável e que a economia mundial deve eventualmente encontrar uma solução para lidar com a crise da dívida. As cinco estratégias mais prováveis, a empresa diz, são a adoção de um padrão ouro, a criação de uma nova cesta de commodities/moeda, crescimento econômico, inadimplência total em dívida soberana ou investimento em massa em Bitcoin.

Embora talvez não seja o resultado mais provável, a empresa sustenta que o Bitcoin é a melhor alternativa, uma vez que proporcionaria uma "solução permanente" para a crise da dívida, limitando os danos que inevitavelmente acompanhariam a turbulência econômica generalizada.

Como eles abordam no relatório, que foi elaborado pelo presidente e diretor de investimentos da Lucid, Dean Tyler Jenks, e pela vice-presidente executiva, Leah Wald:

“Essa adoção em massa do Bitcoin é viável? Provavelmente não. Mas acreditamos que é possível e acreditamos que oferece os maiores benefícios com o mínimo de danos colaterais para o menor número de indivíduos, corporações, instituições e países. Mais importante, forneceria uma solução permanente, uma qualidade que nenhuma das outras soluções oferece.”

Se isso ocorresse, o preço do Bitcoin inevitavelmente entraria na estratosfera. Mas quão alto poderia ir? A Lucid diz que US $10 milhões são uma boa estimativa.

“Por que US $10 milhões? Nesse nível, o Bitcoin forneceria uma reserva suficiente para aliviar o ônus da dívida mundial. O Bitcoin valeria entre US $180 trilhões e US $210 trilhões (dependendo de quando esse preço for atingido). Assumindo que a dívida mundial atingiu US $500 trilhões, lembre-se que cresceu 394% nos últimos 20 anos, o Bitcoin representaria uma reserva de 40% contra a dívida.”

 

Como o preço do Bitcoin poderia subir para US $ 10 milhões

O preço do Bitcoin precisaria aumentar em aproximadamente 285.614,3% para alcançar US $10 milhões. A partir daí, o relatório analisa que tipo de caminho o Bitcoin teria que tomar para alcançar a marca de US $10 milhões de onde está hoje, com um mercado de 13 meses em baixa e perto da marca de US $3.500.

O primeiro passo, claro, é sair dessa crise. Infelizmente, isso pode acontecer mais tarde, e não mais cedo. Como muitos analistas, a Lucid acredita que o preço do Bitcoin ainda não chegou ao fundo - longe disso - e provavelmente cairá abaixo da marca de US $1 mil antes que o preço siga seu curso.

 

Expondo altcoins como imitações baratas

Um gatilho importante para estabelecer um fundo será a “dizimação total” de altcoins e ofertas iniciais de moedas (ICOs), que provarão de uma vez por todas que o Bitcoin é o ouro digital, e seus supostos concorrentes são apenas imitações baratas.

“O próximo grande passo nesta jornada será a total dizimação de altcoins, ICOs e a realização dos importantes atributos do Bitcoin. Esse processo começou, mas os reguladores devem regular. Nós acreditamos que eles vão. Durante esse tempo, o Bitcoin continuará a perder valor, mas a um ritmo muito mais lento do que seus concorrentes.”

Com o fundo atingido e sem mais tolices sobre “construir um Bitcoin melhor”, a criptomoeda emblemática começaria a subir. Depois de enfrentar a resistência inicial, o preço do Bitcoin começaria a acelerar sua escalada ao romper os principais obstáculos técnicos no caminho para estabelecer um novo topo histórico em torno de US $20.000.

 

Substituindo o ouro como reserva de valor

O próximo grande desafio do Bitcoin seria os US $100 mil, a marca na qual começaria a rivalizar com o ouro como o principal hedge econômico do mundo. Em cerca de US $100 mil, o Bitcoin começaria a pressionar os investidores de ouro. Se os investidores começassem a vender ouro por Bitcoin, a criptomoeda poderia rapidamente ofuscar o metal amarelo. Se não, o caminho seria mais lento, embora ainda seja possível.

 

Escalabilidade, adoção institucional e clareza regulatória

Notavelmente, é também aqui que a Lucid acredita que os desenvolvedores devem começar a cumprir as promessas de escalar o protocolo da criptomoeda para acomodar uma rede muito mais lotada. A escalabilidade, juntamente com a adoção institucional e a clareza regulatória, colocariam o Bitcoin no caminho certo para se tornar não apenas uma reserva de valor, mas a moeda de reserva mundial.

“Isso realizado, o caminho para US $1 milhão seria suave e em linha reta. As pancadas seriam de US $1 milhão, tanto psicologicamente quanto financeiramente”, escreveu Jenks e Wald. “Com US $1 milhão, o Bitcoin terá um valor de mercado de US $18 trilhões. Ele estaria na liga principal de classes de ativos e carteiras de riqueza. Seria um concorrente.”

“Senda a classe de ativos que mais cresce na história mundial, ela não seria mais ignorada pelos fundos de pensão, fundos soberanos, gerentes de dinheiro institucional, doações, instituições financeiras e até governos. Estes iriam alimentar a viagem, em alta velocidade, para os US $10 milhões.”

 

Ao precificar o Bitcoin, faça a pergunta correta

O gráfico logarítmico do Bitcoin sugere que a situação não é tão grave para seus proponentes de longo prazo.

Mais uma vez, a Lucid reconheceu de antemão que é improvável que esse experimento mental se manifeste na economia real. No entanto, eles afirmam que isso poderia acontecer, e se isso pode acontecer, então por que os touros do Bitcoin não apostariam que isso acontecerá, mesmo que seja apenas em um grau muito menor?

“Acreditamos que o Bitcoin será escolhido como a solução para a crise da dívida? Essa é a pergunta errada ”, disseram Jenks e Wald ao concluírem o relatório. “A pergunta certa é: haverá uma escolha? Alternativamente, o desequilíbrio econômico forçará a resolução, provavelmente a inadimplência?”

Isenção de responsabilidade. A Universidade do Bitcoin não endossa nenhum conteúdo nesta página. Embora tenhamos como objetivo fornecer a você informações importantes do mundo das criptomoedas, os leitores devem fazer sua própria pesquisa e análise antes de tomarem quaisquer decisões e assumir total responsabilidade por elas, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

Fonte: ccn


COMENTÁRIOS